Festa de confraternização acontece dia 14/12

O Sindicato dos Servidores Públicos e Região Metropolitana do Estado de Alagoas (Sindspref) realiza anualmente uma grande festa de confraternização, que em 2019 acontece na sexta-feira (14/12) às 13h no Clube dos Sargentos, Trapiche.

Os convites estão sendo entregues a todos os sindicalizados de segunda a quinta das 8h às 16h e sexta-feira até 12h na sede do Sindspref, localizado na Rua Dr. Guedes Gondim, 236 – Centro, Maceió.

Não deixe para última hora, os convites serão entregues até quinta-feira (13/12) às 12.  Para mais informações ligue (82) 3326-2760.

Hapvida oferece preços diferenciados para Servidores Municipais de Maceió

O Hapvida lançou uma tabela com preços especiais para os servidores públicos municipais de Maceió. Para quem tem até 18 anos de idade o valor com enfermaria é de R$145,37 e no apartamento R$203,52. Para quem tem entre 19 anos e 43 anos os valores são enfermaria R$218,06 e apartamento R$305,28. Já na faixa etária de 44 anos a 58 anos o valor é de R$359,79 para enfermaria e R$503,70 para apartamento. E quem tem mais de 59 anos o preço é de R$863,49 com enfermaria e R$1.208,00 em apartamento.

Para saber mais sobre este e outros benefícios entre em contato com o Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Maceió (82) 3326-2760

SEMED adequa horários frente a implantação de Ponto Eletrônico

Horário de funcionamento foi fixado de 07h às 19h, com atendimento ao público de 08h às 14h

 Foi publicado no Diário Oficial do Município de Maceió portaria de nº 0210 da Secretaria Municipal de Educação (SEMED) define os horários de funcionamento da sua sede, ao mesmo tempo em que também atualiza os horários dos servidores da SEMED.

Diário Oficial do Município de Maceió

PORTARIA DE Nº 0210

 

Art. 1º – Definir o horário de funcionamento da SEDE/SEMED, de 07h às 19h, com atendimento ao público de 08h às 14h.

Parágrafo Único – Os servidores com cargo de motorista, com carga horária de 30h, em razão da necessidade de atendimento das demandas do Setor de Transporte, poderão adequar-se ao horário conforme quadro abaixo, que se estenderá até às 22h.

Art. 2º – Determinar o horário de trabalho dos servidores lotados na SEDE/SEMED, de acordo com suas respectivas cargas horárias, conforme quadro abaixo:

Parágrafo Único – Os servidores de cargo de professor e especialista com carga horária igual ou superior a 40h poderão adequar suas cargas horárias (manhã e noite) ou (tarde e noite), quando suas atividades desenvolvidas forem também no turno noturno.

HORÁRIO DE TRABALHO DE SERVIDORES LOTADOS NA SEDE/SEMED
Administrativo – 30h (07h às 13h) ou (08h às 14h)
Motoristas – 30h * (07h às 13h) ou (08h às 14h) ou de (14h às 20h) ou de (16h às 22h)
Cargo Comissionado – 30h (08h às 14h)
PROFESSOR E ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO COM UMA MATRÍCULA
20h (08h às 12h) ou (13h às 17h)
25h (07h às 12h) ou (08h às 13h) ou (13h às 18h)
40h (08h às 12h) e (13h às 17h)
PROFESSOR E ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO COM DUAS MATRÍCULA
20h + 20h = 40h (08h às 12h) e (13h às 17h)
20h + 25h = 45h (07h às 12h) e (13h às 17h) ou (08h às 12h) e (13h às 18h)
20h + 40h = 60h (07h às 12h) e (13h às 18h) e (19h às 21h)
25h + 25h = 50h (07h às 12h) e (13h às 18h) ou (08h às 13h) e (14h às 19h)
25h + 40h = 65h (07h às 12h) e (13h às 18h) e (19h às 22h)

Art. 3º – Aos servidores com carga horária de 20, 25 e 30h, excepcionalmente e após a análise e aval da chefia imediata, será permitido trabalhar nos turnos matutino e vespertino em dias consecutivos ou alternados, desde que devidamente programado no sistema eletrônico de ponto.

Art. 4º – Os servidores ocupantes de Cargo em Comissão ou Função Gratificada, deverão permanecer em seus Postos de Trabalho, além do horário estabelecido nesta Portaria, de acordo as necessidades da área.

Parágrafo Único – No caso de servidores efetivos ocupantes de Cargo em Comissão, prevalecerá a carga horária maior.

Art. 5º – Os servidores com carga horária igual ou superior a 60h, deverão cumprir carga do turno noturno, em ações de formação e/ou monitoramento nas Unidades de Ensino da Rede Municipal.

Art. 6º – Ficam igualmente submetidos ao horário de trabalho acima especificado os servidores cedidos à SEMED através de Convênio e lotados na SEDE.

Art. 7º – Esta Portaria entra em vigor a partir da data de sua publicação.

Ofício é entregue e greve é encerrada

Leia na integra o ofício entregue a Prefeitura Municipal de Maceió explicando os motivos do movimento paredista, que teve início no dia 17 de julho de 2018 e foi finalizado no dia 13 de novembro de 2018, após Assembleia Geral do Movimento Unificado dos Servidores Públicos Municipais de Maceió.

A greve que durou 119 dias em busca de valorização salarial, teve fim para os servidores públicos municipais de Maceió iniciarem a Campanha Salarial para o ano de 2019.

OFÍCIO MUSP Nº001/2018 :  Movimento Unificado dos Servidores Públicos do Município de Maceió 


Servidores encerram greve para iniciar Campanha Salarial 2019

Sindspref entrega convites para festa de fim de ano

Confraternização reúne categoria no Clube dos Sargentos

Para unir os trabalhadores, festejar o ano que passou e desejar um ótimo 2019 para todos os sindicalizados o Sindicato dos Servidores Públicos e Região Metropolitana do Estado de Alagoas (Sindspref) está entregando até a quinta-feira (13/12) os convites para a festa de confraternização, que acontece na sexta-feira (14/12) às 13h no Clube dos Sargentos, Trapiche.

Durante o evento, acontece show musical, um ótimo serviço de buffet pela Ana Wanderley e entrega de premiações. Para participar, os sindicalizados devem retirar seus convites de segunda a quinta das 8h às 16h e sexta-feira até 12h na sede do Sindspref, localizado na Rua Dr. Guedes Gondim, 236 – Centro, Maceió. Para mais informações ligue (82) 3326-2760.

Trabalhadores realizam fundação do Sindicato de Atalaia

O presidente da Federação dos Trabalhadores da Administração e dos Serviços Públicos Municipais do Estado de Alagoas (FETAM/AL), Sidney Lopes, e membro da diretoria  Ricardo Gomes foram a Atalaia para realizar a votação pela fundação do sindicato dos trabalhadores do município na quarta-feira (21).

A votação unânime demonstrou a união dos trabalhadores para lutar pelos seus direitos e conquistar melhorias para a classe.

Assembleia define encaminhamento de luta de servidores públicos de Maceió

A categoria com cerca de 20 mil trabalhadores está em greve desde o dia 17 de julho pleiteando seus direitos trabalhistas e 15,41% de aumento salarial

 

Na próxima terça-feira (13) os servidores públicos do município de Maceió se reúnem em Assembleia Geral para realizar informes de Greve e definir o encaminhamento de luta no auditório do Sindicato dos Urbanitários, na Ladeira dos Martírios, às 8h30.

Apesar do prefeito Rui Palmeira (PSDB) ter sancionando a lei que reajusta em 3% o salário dos servidores públicos, a categoria não aceitou a imposição e mantém desde o dia 17 de julho o movimento paredista, que foi legalizada pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL).

Os trabalhadores defendem seus direitos a reposição salarial anual com data-base em janeiro e de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor (IPCA). O percentual pretendido é de 15,41%, referente as perdas da inflação acumulado dos anos de 2014, 2015, 2016 e 2017.

Presidente do Sindspref, Sidney Lopes

Para o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Maceió e Região Metropolitana do Estado de Alagoas (Sindspref), Sidney Lopes, a maioria não aceitou a reposição em 3% imposta pela Prefeitura de Maceió e por isso que a Greve continua até hoje.

“A decisão em não aceitar a imposição de perdas salariais continua pela maioria. Estamos acatando todas as determinações do TJ/AL e mantendo os serviços de forma reduzida, pois o nosso maior intuito é resistir a pressões que visam desmoralizar o trabalhador, que neste caso é a retirada dos nossos direitos trabalhistas conquistados por lei”, explica Sidney Lopes.

SERVIDORES EM LUTA

A atualização dos salários dos servidores públicos está garantida na Constituição Federal inciso X do art. 37, na Lei 10.331/2001, e nas Leis Municipais de Nº 5.898/2010 e Nº 5.241/2002 ― assegurando aos servidores o reajuste salarial anual conforme data-base em janeiro e aplicando-se o percentual baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA), índice que mede a inflação.

A legalidade da greve geral dos servidores públicos do município de Maceió foi decretada no dia 6 de agosto pelo TJ/AL, após decisão do relator do processo desembargador Fábio José Bittencourt Araújo. O parecer favorável contra o processo de ação declaratória de abusividade/ilegalidade de greve impetrado pelo Município de Maceió reafirma a garantia dos direitos trabalhistas da categoria.

No dia 24 de agosto, foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) lei sancionada pelo prefeito Rui Palmeira (PSDB) com reposição salarial de 2% implantado em agosto, retroagindo seus efeitos a junho de 2018, e 1% a ser implantado em outubro. Este percentual foi rejeitado durante Assembleia Geral da categoria no dia 11 de junho.

O Movimento Unificado dos Servidores Públicos do Município de Maceió é composto pelos seguintes sindicatos: Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Maceió e Região Metropolitana do Estado de Alagoas (Sindspref), Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal), Sindicato dos/as Assistentes Sociais do Estado de Alagoas (Saseal), Sindicato dos Nutricionistas do Estado de Alagoas (Sindnut), Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Alagoas (Sineal), Sindicato dos Psicólogos do Estado de Alagoas (Sindpsi), Sindicato dos Farmacêuticos do Estado de Alagoas (Sindfal) e Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social e Trabalho no Estado de Alagoas (Sindprev).

AGENDA

Assembleia Geral
Movimento Unificado dos Servidores Públicos Municipais

Data: Terça-feira (13/11)
Local: Auditório do Sindicato dos Urbanitários de Alagoas
Endereço: Ladeira dos Martírios, nº54, Centro
Hora: 08h30