Servidores públicos municipais param e fazem caminhada nas ruas do Centro de Maceió

Intensificando a luta por valorização, os servidores públicos do município de Maceió suspenderam seus serviços por 24h, de forma pacifica e coletiva, e realizaram um protesto na Praça Deodoro, nesta quinta-feira (28). A Prefeitura Municipal de Maceió funcionou de forma reduzida, com apenas 30.

O evento promovido pelo Movimento Unificado dos Servidores Públicos Municipais de Maceió começou na Praça Deodoro e percorreu as ruas do Centro de Maceió. O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Maceió e Região Metropolitana do Estado de Alagoas (Sindspref), Sidney Lopes, pediu maior comprometimento com os funcionários públicos.

“Durante a campanha, para pedir o voto do servidor o prefeito soube dizer que não iria perseguir ninguém e que iria reajustar o nosso salário. Agora, ele só quer nos dar o reajuste se a gente perder direitos e benefícios no nosso Plano de Cargos e Carreiras. Isso é uma indecência!”, expôs.

O descontentamento da categoria com o prefeito JHC é nítido e provocou discursos agitados cobrando pelo reajuste salarial, pelo fim da privatização da saúde e pelo fim dos contratos precários. Os trabalhadores também pediram por melhorias na bolsa dos estagiários, contratação de auxiliares nas séries iniciais da rede pública municipal de educação e de melhores instalações para algumas escolas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *