Decepção com governo JHC marca reunião entre servidores e governo

Servidores públicos municipais entregaram parecer contábil e revela mentiras do Executivo Municipal durante primeira reunião para discutir recomposição salarial

Os servidores públicos do município de Maceió acumulam mais de 25% de perdas salariais desde 2014. Para tratar sobre este assunto ocorreu uma reunião na segunda-feira (17) entre o Movimento Unificado dos Servidores Públicos do Município de Maceió e o secretário de Governo Francisco Sales, a secretária de gestão Rayane Tenório, o secretário de economia João Felipe e o vereador Zé Marcio Filho (PSD), representante da Comissão de Finanças da Câmara Municipal de Maceió.

O resultado foi decepcionante para os servidores. De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Maceió e Região Metropolitana do Estado de Alagoas (Sindspref), Sidney Lopes, o governo JHC trouxe argumentos superficiais para não conceder a reposição. “A Prefeitura de Maceió informou que o percentual pago para despesas com pessoal está em 55,58%, que é acima da Lei de Responsabilidade Fiscal. Mas ele não trouxe nenhum estudo para justificar”, relatou Sidney.

Enquanto isso, um parecer contábil referente ao reajuste dos servidores públicos do município de Maceió, feito a pedido dos sindicatos, revela um percentual histórico de 37,73% com gastos de pessoal. “Nós fomos preparados para a reunião e oferecemos a possibilidade da recomposição salarial por meio de um estudo que demonstra algo totalmente diferente do apresentado pelos secretários do JHC”, explica Sidney Lopes.

Ao fim da reunião, ficou combinado a criação de uma comissão entre os sindicatos e a Prefeitura de Maceió para estudar os dados apresentados com o intuito de chegar a um consenso em relação a reposição salarial.

 

PARECER CONTÁBIL

O parecer contábil foi produzido pelo contador Diego Farias de Oliveira da Massayó Contabilidade e realizado com números originários dos relatórios bimestrais (RREO) e quadrimestrais (RGF), publicados no SICONFI – Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (www.siconfi.gov.br) e no site da Prefeitura de Maceió (http://www.transparencia.maceio.al.gov.br/), em conformidade com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LC nº. 101/2000).

PARECER CONTÁBIL 16.2021 Movimento Unificado 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *